O Canto do Galo – Décima primeira parte

Canto do Galo

Frustração. O galo está acoado. Já faz tempo não se ouve seu canto. Mesmo nos rincões mais distantes desse nosso pago, mesmo com chuva ou cerração, frio ou calorão, os galos costumam cantar. Esse não. Como está confinado, poderia ser que presta atenção na janela. Quando aberta, então canta. Fechada, e nem um pio! Talvez tenha que entender melhor seu comportamento. Na! O povo não está reclamando, então porque cantar? Até penso que deveríamos fazer um abaixo assinado. Pela liberdade de canto do galo. Sei lá, vai ver algum vizinho mal-humorado reclamou do horário. Imagina, às 4 da manhã, 5 ou 6? E ainda teria a possibilidade de ouví-lo meia-noite! Sim! Quando é mesmo a missa do galo? Bem, não importa. Até o momento, estamos na espectativa. Já sei que o galo não foi para a panela. Isso já é uma grande coisa! Hoje estou enrolado, mas creio que para o meio da tarde, talvez até o final dela, possa dar uma espiadela e ver se consigo uma foto mais nítida. Sim, eu sei que não deu para vê-lo direito na foto. Mas é compromisso! Assim que der, vou tirar uma foto dele bem de pertinho. Vai saber, talvez ele saia na TV! Aguardem! Tem mais. Veja: Décima segunda Parte


%d blogueiros gostam disto: