Sobre o tema: “A sociedade atual é pedófila”

Não causa surpresa, a mim, que os descaminhos dos padres representantes oficializadores da igreja Católica, estejam cada vez mais enrredados no assunto pedofilia. São homens comuns, e a palavra pedofilia originalmente teria outro sentido. Aquele que ama crianças(A palavra pedofilia vem do grego παιδοφιλια (paidophilia) onde παις (pais, “criança”) e φιλια (philia, “amizade”, “afinidade”, “amor”, “afeição”, “atração”, “atração ou afinidade patológica” ou “tendência patológica”, segundo o Aurélio(fonte: Wikipedia)). Mas, os padres(homens) são sucetíveis a erros, e os cometem todos os dias, imagina uma sociedade! Perdemos a razão! Loucura! Estamos em um estado de alerta máximo! Os mais diversos setores da sociedade lutam entre si, para dar alguma resposta ao fato. Os padres, por sua vez, demonstram abertamente o que quer dizer outra palavra: corporativismo. Estando em um grupo eletizado, cheios de filosofia, não poucas vêzes aparecem oportunidades como agora se revela. A auto-proteção da categoria. Mas, não tem como negar que o barco faz água. Ontem mesmo, assistindo ao programa “Conversas Cruzadas”, na TVCOM, vi vários estudiosos debaterem o assunto. Dentre os argumentos, o que mais surpreende, é que por um lado, os fiéis da referida “igreja” não poderiam dar seu palpite em relação ao clero, sob pena de não “salvarem” o “doente”. Disse ainda o representante Monsenhor Urbano Zilles que condena o crime, mas a igreja precisa tentar recuperar o criminoso. Por outro lado, os oficiantes das missas dizem que são humanos como qualquer cristão. Ora, não poderia ser mais dogmático! Mas enfim, não sou católico. Não sou político. Não tenho que me defender, pois tão pouco, sou padre, menos ainda pedófilo, muito menos pertenço a uma sociedade pedófila! A sociedade, mais ainda, como um todo, deverá ficar calada! Pois quem seria, ao final, o representante máximo de tal forma que pudesse dar resposta ao que tão vilmente acusa-a? O Presidente da sociedade? Como é complicado, quando um representante de um setor qualquer, em euforia por estar frente às câmeras e holofotes, acaba excedendo-se em suas palavras!


%d blogueiros gostam disto: