Raizes Hereditárias

Nossas atitudes, tenho notado, são fruto de lapidação dos tempos! Quando escuto uma música do tradicionalismo gaúcho, isso fica mais latente ainda, como se estivesse arraigado na própria cultura! A letra diz: saiu igualzinho ao pai. Nós então nos deparamos com os exemplos de mães, onde identificam seus filhos pelo que apresentam dos trejeitos dos pais. Tem gente que consegue identificar até um mesmo balançar ao caminhar junto ao seu projenitor. Mas as gravações psíquicas são um padrão mais complexo. O que me fez escrever esse artigo, no entanto, foi matéria enviada por dois Executivos e que me deixou a pensar. O nome da matéria, aliás, é “Palavra de Mentor” do Head Hunter Luiz Carlos Cabrera  na revista VOCESA. Acredita que até nossa profissão poderia estar alinhada ao nosso padrão de criação? Pois pasmo em pensar que muitas vêzes, ao lutar contra os mandos e desmandos de nossos chefes e/ou gerentes, estamos na verdade buscando alinhamento com aquilo em que cremos! Resumindo, se tu não acredita na missão da tua empresa, do teu negócio, então nem adianta lutar, pois não há coerência entre o que tu crê, e naquilo que diz-se é a missão que tu terá pela frente. Concluo que a identidade familiar precisa estar alinhada ao meu dia-a-dia, pois de outra maneira, estarei vagando sem destino aparente.

Uma resposta to “Raizes Hereditárias”

  1. Susana Assenheimer Di Leone Says:

    Sim,concordo com o autor. Como Professora,pude constatar em meus alunos que esta é uma herança nata. Acrescento que esta bagagem é ampliada,alicerçada no convívio familiar,assim o comportamento é a marca registrada,o”dna” explícito em nosso cotidiano. Como já disse alguém: ” O EXEMPLO dos Pais é Maior do que TODAS as suas Palavras”. Assim,não agimos só por impulsos,mas pela vivencia,impulsionados,desde nossa concepção,a buscar e lutar por nossos valores.

Os comentários estão desativados.


%d blogueiros gostam disto: